domingo, maio 06, 2007

Poema dedicado à minha Mãe.

Lembras-te mãe,
Quando ainda ríamos juntas sem receios?
Lembras-te Mãe,
Quando me davas conselhos e eu, na inconsciência da juventude, não os ouvia?
Lembras-te Mãe,
Quando a mágoa nos apertava o coração, mas a esperança era mais forte?
A esperança acabou, tombáste e eu também…
O Salvador nasceu e cresceu
E hoje sou eu quem sente o peso e ser Mãe…
Gostava de poder ser uma Mãe como tu.
Mãe... querida mãezinha,
quem me dera voltar a ser pequenina
Para voltar a ver-te sorrir sem tristeza
Para te ouvir outra vez chamar pelos nossos nomes
Para sentir outra vez as tuas festas no meu cabelo
Mantém-te a meu lado...
Promete-me mãe...continuar a sorrir.
Lembra-te Mãe,
Que te amo muito.

6 Comentários:

Blogger turbolenta disse...

É verdade.
eM adultas vem-nos muitas vezes à memória "conversas e chamadas de atenção" que nos eram feitas e às quais não ligavamos nenhuma e não gostavamos de ouvir, pois achavamos que eram despropositadas,e as ideias retrógradas.
Mas, anos passados, acabamos por lhes dar razão e compreendê-las.
Afinal, o que nos dizia acabamos por dizer, embora de outra forma, aos nossos filhos. oS RECEIOS ANTIGOS voltaram connosco novamente. Repetem-se as mesmas cenas mas com outros intervenientes.
E eu pergunto: se isso acontece: seriam elas que estavam avançadas para aquele tempo ou seremos nós que estamos a ficar ultrapassadas.
Nada disso.: OS Medos mantém-se! e para os nossos filhos, queremos sempre o melhor, mesmo que não seja aquilo que eles mais querem ouvir.
E aí volta tudo à estaca zero!Tudo é como dantes, mas com outros intervenientes.
beijinhos

maio 06, 2007 10:58 da tarde  
Blogger carlag disse...

Espero que tenhas tido um dia Feliz!
Ser mãe n é fácil, mas é o desafio mais fantástico do mundo.

Bjos

maio 07, 2007 7:50 da manhã  
Blogger M em dieta ! disse...

Olá menina. Como é que a menina anda? Mandei-te um mail no outro dia para a mae bolota, não sei se o viste. Como vai a dieta? Como estão todos? *

maio 07, 2007 1:40 da tarde  
Blogger Sarapatica disse...

Muito bonito.Gostei muito. Boa semanita

maio 07, 2007 2:20 da tarde  
Blogger Nins disse...

o teu poema está maravilhoso :D

mts parabéns!!!!

março 08, 2009 4:37 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

É muito bonito.
O problema é quando não se tem mãe para dizer.:(

dezembro 13, 2010 7:13 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial