quarta-feira, outubro 17, 2007

Magical Pieces....(27)

Revistas femininas


Um dia, as revistas femininas já foram assim:


- Não se deve irritar o homem com ciúmes e dúvidas. (Jornal das Moças, 1957)


- Se desconfiar da infidelidade do marido, a esposa deve redobrar seu carinho e provas de afecto. (Revista Claudia, 1962)


- A desarrumação numa casa-de-banho desperta no marido a vontade de ir tomar banho fora de casa. (Jornal das Moças, 1965)


- A mulher deve fazer o marido descansar nas horas vagas. Nada de incomodá-lo com serviços domésticos. (Jornal das Moças, 1959)


- Se o seu marido fuma, não arranje zanga pelo simples facto de cair cinzas nos tapetes. Tenha cinzeiros espalhados por toda casa. (Jornal das Moças, 1957)


- A mulher deve estar ciente que dificilmente um homem pode perdoar a uma mulher que não tenha resistido a experiências pré-núpciais, mostrando que era perfeita e única, exactamente como ele a idealizara. (Revista Claudia, 1962)


- Mesmo que um homem consiga divertir-se com sua namorada ou noiva, na verdade ele não irá gostar de ver que ela cedeu. (Revista Querida, 1954)


- O noivado longo é um perigo. (Revista Querida, 1953)


- É fundamental manter sempre a aparência impecável diante do marido. (Jornal das Moças, 1957)


- O lugar da mulher é no lar. O trabalho fora de casa masculiniza. (Revista Querida, 1955)


Felizmente as mentalidades evoluiram....


Retirei este texto da net há já algum tempo (já nem me lembro donde) porque o achei ilariante... o que é facto é que isto era levado muito a sério e as nossas mães e avós tinham esta atitude e só assim eram bem aceites perante a sociedade da época...


Agora que reli isto tudo, parece que estou no blog da amiga Turbolenta... Hihihihi

É lá que me costumo deliciar com histórias e factos doutros tempos!!!


Beijinhos!

3 Comentários:

Blogger turbolenta disse...

Alto e para o baile!.....

E assim se chama "velha carqueja" a esta "cota".

Então a menina já leu no meu blog pensamentos deste género?

Alguma vez notou que eu, apesar dos anitos, tenho ideias do tempo do Salazar? Ideias ultrapassadas... que me preocupo com o que os outros dizem ou pensam...Que sou contra uniões de facto , férias a dois no tempo de namoro e outras coisas mais??

Olá ! ! !
Olhe que não doutor ! olhe que não!

lol lol

Eu contei algumas historietas de tempos passados, porque acho graça lembrar-me de cenas passadas quando tinha poucos anos de vida ( a mais nova tinha eu 2 anos porque nesse dia me levaram a tirar o retrato e eu , de casaco novo e toda empinocada armei um berreiro desgraçado porque queria ficar com uma matrafona de trapos ao colo que era a minha paixão. E consegui ganhar a guerra. A foto lá está a preto e branco e eu até me lembro das cores do fato e das tranças de lã amarelas).E porquê? porque são coisas que marcam profundamente e que são diferentes na vida das pessoas.
Agora de todos os preconceitos daqueles longínquos anos de 60/70, eu não tenho saudades nenhumas. Alás , quando o Imaviz abriu ,acho que em 1970/1972, eu comecei a comprar roupa diferente e toda prafrentex lá nas boutiques e ouvia cada raspanço da minha mãe...(Não pelo dinheiro, mas pela modernice).
E quem comprava na Maçã do Chiado da Ana Salazar, roupa que era única por ser importada de Inglaterra? Tenho fotos desses anos de loucura!
Dava-me imenso gozo vestir-me de maneira invulgar.
Mas os tempos passaram e não mudei demasiado nesse campo, porque não sou de me vestir de saias compridas, roupas de cores fúnebres e feitios de velhota!
beijinhos bolotinha
boa semana

outubro 17, 2007 1:56 da tarde  
Blogger macati disse...

o que eu me lembro da cronica feminina...
:)
adorei... gosto de boas recordaçoes!
:)
manela

outubro 17, 2007 4:51 da tarde  
Blogger Framboesa disse...

eh eh eh...ja tinha lido preciosidades destas...ai q as nosas avós...taditas...o q lhes incutiam...não q a minha avó lesse revistas...
Mudam-se as mentalidades...nem sp para melhor...mas nestes pontos q focas-te foi definitivamente para melhor!

bjokasss!

outubro 18, 2007 9:39 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial